Copa do Brasil: Cruzeiro vence o Murici e garante vaga na próxima fase

Copa do Brasil: Cruzeiro vence o Murici e garante vaga na próxima fase

Da redação

Alisson Guimarães

O Cruzeiro ratificou sua classificação para a quarta fase da Copa do Brasil ao vencer o Murici-AL por 3 a 0, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, com dois gols contra, marcados por Cláudio e Deysinho, em bolas cruzadas por Thiago Neves, e outro de Rafael Sóbis. No placar agregado, a Raposa computou 5 a 0 sobre os alagoanos e segue firme na luta pelo penta.

Esta foi a 13ª vitória do Maior de Minas em 14 jogos no ano, consolidando a campanha invicta até o momento, a melhor de uma equipe da Série A no Brasil em 2017.

Agora, o clube celeste volta suas atenções para o Campeonato Mineiro. No domingo, o time comandado por Mano Menezes enfrenta a Tombense, às 16h, também no Gigante da Pampulha.

O jogo

A primeira chance cinco estrelas aconteceu aos 4 minutos. Thiago Neves descolou bom lançamento para Alisson, que escorou a bola para Rafael Sóbis. Na entrada da área, o artilheiro celeste no ano chutou de primeira, com perigo, por cima do gol.

Aos 8, nova oportunidade celeste. Sóbis bateu escanteio, a zaga adversária desviou e Robinho pegou o rebote na entrada da área. O forte arremate foi pela linha de fundo.

O Cruzeiro continuou com bom volume de jogo e, aos 23, Thiago Neves deu bela assistência para Alisson, no meio da zaga do Murici. O camisa 11 ajeitou o corpo e chutou colocado, mas errou o alvo.

De tanto insistir, o Maior de Minas chegou ao seu gol. Thiago Neves cobrou falta que ele mesmo sofreu, a bola desviou no zagueiro adversário, Cláudio, e morreu no fundo do gol. Gol contra: 1 a 0 para o Cruzeiro.

Menos de dois minutos depois, a Raposa ampliou o placar. Rafael Sóbis sofreu pênalti e ele mesmo converteu, com um chute seco, deslocando o goleiro Dias.

A ofensiva azul continuou com o pé no acelerador. Em rápido contra-ataque, Sóbis tocou a bola para Thiago Neves. O camisa 30 ajeitou e chutou forte, para grande defesa do goleiro adversário.

Foi o último ataque do Cruzeiro na etapa inicial.

Segundo tempo

O segundo tempo começou com o Cruzeiro em cima. Aos 3 minutos, Alisson fez ótimo cruzamento para Thiago Neves. O meia desviou de cabeça, mas a bola saiu à esquerda da meta alagoana.

Thiago Neves e Alisson estavam se entendendo bem. O camisa 11 ajeitou a bola de peito para Thiago, que completou a tabela. Alisson chutou forte e o goleiro Dias fez boa intervenção.

Aos 15, belíssima jogada do ataque estrelado. Ariel Cabral deu um incrível passe de calcanhar para Alisson, que rolou a bola para Robinho. Da entrada da área, o camisa 19 chutou forte e a bola passou raspando a trave esquerda.

Mano Menezes promoveu as primeiras alterações na equipe e colocou, em sequência, Ramón Ábila e Lucas Silva nos lugares de Rafael Sóbis e Ariel Cabral.

O Murici chegou ao ataque aos 19. Paulo Sérgio escapou pela direita, cruzou para a área, a bola desviou na zaga e Rafael fez um milagre, botando a bola para escanteio.

Participativo, Thiago Neves continuou lutando pelo seu primeiro gol com o manto celeste. Após roubada de bola de Hudson, Ábila tocou para o camisa 30 que finalizou para mais uma defesa de Dias.

O camisa 30 teve mais uma chance aos 32. Após ser derrubado na área, Thiago Neves bateu o pênalti, mas, Dias, em noite inspirada, fez a defesa.

Aos 38, o terceiro gol do maior time de Minas Gerais. Thiago Neves bateu escanteio e Deysinho desviou para o próprio gol: 3 a 0 Cruzeiro.

Mesmo com a grande vantagem, a Raposa continuou querendo ampliar o placar, mas o arqueiro adversário estava em grande noite. Em cruzamento de Diogo Barbosa, Ramón Ábila testou com perigo, para nova intervenção de Dias.

Administrando e tomando as rédeas do jogo desde o primeiro minuto, a Raposa confirmou a vitória por 3 a 0 e segue firme na luta por mais uma conquista de Copa do Brasil.

CRUZEIRO 3 X 0 MURICI-AL
Motivo: Jogo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil
Data: 15/03/2017, quarta-feira
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte
Público pagante: 6.963
Público presente: 9.106
Renda: R$ 106.677,00
Árbitro: Savio Pereira Sampaio – DF (CBF)
Gols: Cláudio (contra), aos 31 e Rafael Sóbis, aos 37 minutos do 1º tempo; Deysinho (contra), aos 38 minutos do 2º tempo.
Cruzeiro: Rafael; Ezequiel, Léo, Kunty Caicedo e Diogo Barbosa; Hudson, Ariel Cabral (Lucas Silva) e Robinho (Elber); Thiago Neves, Alisson e Rafael Sóbis (Ramón Ábila). Técnico: Mano Menezes.
Muriri: Dias; Cláudio, Sinval e Edson Veneno; Paulo Sérgio, Edvaldo Rambo, Gueba (Thailson), Júnior Murici (Sorim), Deysinho e Patrick; Kattê (Paulo Victor). Técnico: Roberval Davino.

Site Oficial do Cruzeiro

Categories: Esportes

Sobre o EN

Enxada Neles

O jargão “Enxada Neles” foi criado por Ademir Santos, apresentador da TV Alterosa/SBT – Sul e Sudoeste de Minas Gerais, idealizador do Portal Enxada Neles. Ademir começou a usar esse jargão na TV como uma forma de desabafo diante das injustiças sociais que apresenta diariamente. A “enxada” representa o valor do trabalho sério e árduo de uma pessoa na busca de suas conquistas, pelo seu esforço e honestidade.Desta forma, de um modo geral e simbólico, é um símbolo do trabalho. A frase caiu no gosto popular e virou a “marca registrada” de Ademir Santos. No Portal Enxada Neles você ficará sempre bem informado sobre as principais notícias do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, além do Brasil e do Mundo. Enxada Neles é o seu novo portal de notícias na internet!

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos necessários estão marcados*