Galo reage, empata no Rio e segue na luta por vaga na Libertadores

Galo reage, empata no Rio e segue na luta por vaga na Libertadores

Em confronto direto na disputa pela zona de classificação à Libertadores, o Atlético voltou a mostrar poder de reação e empatou por 1 a 1 com o Vasco, na noite desta quarta-feira, em São Januário, no Rio de Janeiro. A partida foi válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado no Rio de Janeiro, o Galo chegou a 47 pontos e subiu para 9º lugar na tabela de classificação.

Na próxima rodada, o adversário será o Coritiba, domingo, às 19h, na Arena Independência.

O JOGO

Logo aos dois minutos, Robinho recebeu ótimo lançamento de Marcos Rocha e ajeitou para Fred chutar de primeira e exigir boa defesa do goleiro Gabriel. No ataque seguinte, Valdívia arriscou de longa distância, à direita do gol.

Aos 15 minutos, Fábio Santos cruzou pela esquerda e arbitragem marcou falta de Otero na grande área. Victor fez grande defesa, em seguida, na conclusão de Paulinho.

O Vasco fez 1 a 0 aos 25 minutos, com Andrés Rios, de cabeça, após cobrança de escanteio pela esquerda do ataque carioca.

O empate atleticano quase aconteceu quatro minutos depois, quando Fábio Santos cruzou rasteiro pela esquerda e o zagueiro conseguiu cortar antes da chegada de Otero.

Em outra grande oportunidade do Galo, aos 31, Valdívia cobrou escanteio pela esquerda, Leonardo Silva desviou de cabeça e a bola foi no travessão.

O time voltou a levar perigo aos 40 minutos, na conclusão de Paulinho, na trave.

SEGUNDO TEMPO

O Galo voltou do intervalo sem alterações. Aos cinco minuto, Otero chutou de fora da área e a bola explodiu no travessão. Logo depois, Otero recebeu bom passe de Robinho na grande área pela direita e foi travado pelo zagueiro na hora da finalização.

Aos sete minutos, Otero tomou a bola na raça, Leonardo Silva recebeu a bola de Valdívia e deu o passe para Fred finalizar sem chance para o goleiro e igualar o marcador em São Januário: 1 x 1.

Fred quase marcou o segundo aos 12 minutos, completando cruzamento de Otero pela direita, mas cabeceou por cima do gol. Valdívia arriscou para o gol aos 18 minutos e o goleiro Gabriel fez a defesa.

Victor fez grande defesa aos 21 minutos, no arremate de Wagner, e outra excelente intervenção no cabeceio de Andrés Ríos, aos 24. Entre as jogadas, Adilson foi substituído por Yago.

Aos 25, Fred recebeu de Fábio Santos na pequena área e foi travado pelo zagueiro. Na sequência do lance, Valdívia cruzou, Fred ajeitou de cabeça e Otero finalizou, mas a bola explodiu no zagueiro.

Victor teve mais uma grande participação aos 26 minutos, fazendo grande defesa na finalização de Nenê. Aos 29, Otero foi substituído por Gustavo Blanco.

Robinho recebeu a bola na área, aos 32 minutos, e finalizou para fora. Aos 39, Valdívia deixou o campo para a entrada de Roger Bernardo.

Aos 41, em contra-ataque, Gustavo Blanco recebeu a bola na entrada da área e foi desarmado. O Galo tentou em cruzamento pela direita e a defesa vascaína afastou o perigo.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 x 1 ATLÉTICO
Motivo: Campeonato Brasileiro – 35ª rodada
Data: 15/11/2017
Hora: 21h45
Estádio: São Januário
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Gols: Andrés Ríos (25’- 1ºT), Fred (7’ – 2ºT)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (CBF-SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (CBF-SP) e Daniel Luis Marques (CBF-SP)
Cartões amarelos: Evander (Vasco)

Vasco
Gabriel Félix; Madson (Gilberto), Paulão, Breno e Henrique; Wellington, Evander (Caio Monteiro), Yago Pikachu (Wagner) e Nenê; Paulinho e Andrés Ríos. Técnico: Zé Ricardo.

Atlético
Vitor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Bremer e Fábio Santos; Adilson (Yago), Elias, Valdívia Otero (Gustavo Blanco); Robinho e Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Categories: Esportes

Sobre o EN

Enxada Neles

O jargão “Enxada Neles” foi criado por Ademir Santos, apresentador da TV Alterosa/SBT – Sul e Sudoeste de Minas Gerais, idealizador do Portal Enxada Neles. Ademir começou a usar esse jargão na TV como uma forma de desabafo diante das injustiças sociais que apresenta diariamente. A “enxada” representa o valor do trabalho sério e árduo de uma pessoa na busca de suas conquistas, pelo seu esforço e honestidade.Desta forma, de um modo geral e simbólico, é um símbolo do trabalho. A frase caiu no gosto popular e virou a “marca registrada” de Ademir Santos. No Portal Enxada Neles você ficará sempre bem informado sobre as principais notícias do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, além do Brasil e do Mundo. Enxada Neles é o seu novo portal de notícias na internet!

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos necessários estão marcados*