Mano Menezes valoriza o empate com gols na casa do adversário

Mano Menezes valoriza o empate com gols na casa do adversário

Da redação

Angel Drumond

O técnico Mano Menezes falou sobre os tempos distintos no comando da Raposa, na noite desta quarta-feira, diante do Palmeiras, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O time celeste abriu 3 a 0 na primeira etapa e sofreu o empate no tempo complementar. Para Mano, o jogo foi de tempos completamente diferentes, com o Cruzeiro ditando as regras na primeira etapa e o time da casa buscando igualar o placar no tempo complementar.

“Foi um grande jogo. Fizemos um primeiro tempo muito bom, construímos três gols, o que é difícil num jogo fora de casa. Bonitos, bem trabalhados. Mas tínhamos uma ideia quando fomos ao vestiário, que o Palmeiras não aceitaria de bom grado. Não havia perdido nenhuma partida dentro de casa e queria de alguma maneira buscar, dar uma resposta dentro de sua casa. E o fez. De maneira diferente do Cruzeiro, com bolas na área, bolas na força, bola parada e fez seus três gols. Quando vimos, 25’ do segundo tempo (19’, na verdade) já estava 3 a 3”, disse o treinador.

“Se saíssemos de Belo Horizonte e nos dissessem que empataríamos 3 a 3 faríamos um acordo (risos). Ganhando de 3 a 0, deixamos escapar o gosto da vitória. Mas sou maduro, sei que existe uma grande equipe do outro lado. O importante é valorizar nossas virtudes”, completou Mano.

Para o técnico estrelado, é preciso valorizar a partida da equipe celeste num todo, principalmente na primeira etapa. Para Mano Menezes, o Cruzeiro usou bem os espaços na defesa palmeirense e pode construir com méritos os seus gols na partida.

“O Cruzeiro teve méritos de entender bem os espaços e a maneira como o Palmeiras jogava. Usou bem as infiltrações, as triangulações e espaços no primeiro tempo. Nosso time é um time de movimentação. Não é um time de bola erguida na área. Temos que jogar outro futebol, futebol diferente. Quando conseguimos fazer isso, são os nossos méritos. Certamente o Palmeiras não queria isso. E como deixou 3 a 0 virar 3 a 3, claro que temos nossos problemas. Mas vamos resolver ele dentro de casa”, complementou.

Sobre a reação do adversário na segunda etapa, Mano Menezes citou a mexida do treinador adversário, que esvaziou o meio-campo e trabalhou a bola no ataque, dificultando a posse de bola para o time celeste.

“O Cruzeiro não entrou desligado no segundo tempo. Teve dificuldades nas jogadas, o Cuca esvaziou o meio-campo e não trabalhou em construção de jogada criada. Trabalhou em disputa de bola, escolheu outra maneira e tem méritos. Se olhar, duas ou três vezes tivemos dois jogadores disputando a mesma bola. Isso não é sinal de desligado. É sinal de estar afoito, de receber uma pressão e reagir um pouco desmedido nessa pressão. Faz parte, é aprendizado, a equipe vai amadurecendo. Vamos levar o segundo jogo para Belo Horizonte e tentar confirmar nossa classificação”, concluiu.

Site Oficial do Cruzeiro

Categories: Esportes

Sobre o EN

Enxada Neles

O jargão “Enxada Neles” foi criado por Ademir Santos, apresentador da TV Alterosa/SBT – Sul e Sudoeste de Minas Gerais, idealizador do Portal Enxada Neles. Ademir começou a usar esse jargão na TV como uma forma de desabafo diante das injustiças sociais que apresenta diariamente. A “enxada” representa o valor do trabalho sério e árduo de uma pessoa na busca de suas conquistas, pelo seu esforço e honestidade.Desta forma, de um modo geral e simbólico, é um símbolo do trabalho. A frase caiu no gosto popular e virou a “marca registrada” de Ademir Santos. No Portal Enxada Neles você ficará sempre bem informado sobre as principais notícias do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, além do Brasil e do Mundo. Enxada Neles é o seu novo portal de notícias na internet!

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos necessários estão marcados*