Polícia apreende em Minas Gerais lacres de uso exclusivo do Detran-PA

Polícia apreende em Minas Gerais lacres de uso exclusivo do Detran-PA

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), por meio da Coordenação de Operações Policiais do Detran-MG, apreendeu no dia 13 de outubro, em Contagem, mais de 11.400 lacres para emplacamentos de veículos de uso exclusivo do Detran do Pará.

De acordo com o coordenador de operações policiais do Detran-MG, Cláudio Freitas Utsch Moreira, um artista plástico encontrou esse material dentro de uma caçamba no bairro Riacho das Pedras, em Contagem. “A intenção do artista era utilizar esses lacres para fazer uma árvore de natal, por não saber do que se tratava o material. Porém, um conhecido disse a ele que achava que eram lacres de placas. Ele procurou o Detran-MG e uma equipe da coordenação de operações policiais foi até a residência dele e fez a apreensão”, informou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, a Delegacia Especializada de Investigação de Furtos e Roubos de Veículos Automores (DEIFRVA) já havia apreendido veículos clonados com placas lacradas com selos do Pará. “Quando fizemos essa apreensão em Contagem, verificamos que todos os 11.421 lacres apreendidos era de um lote destinado ao Detran do Pará”, disse Utsch.

Após contato com o Detran-PA, houve a suspeita que um lote de lacres destinado à cidade de Jacundá teria sido desviado. Em visita de representantes do Detran-PA, durante essa semana, foi descartada a possibilidade, já que existem lacres originais utilizados no Pará. Agora, a PCMG trabalha com a hipótese de que esses lacres sejam dublês dos que estão sendo utilizados naquele estado. O delegado informou, ainda, que a fábrica que produz os lacres será investigada.

?????????????

Segundo o coordenador de segurança e inteligência do Detran-PA, major Glauco Pereira de Medeiros, o Detran-PA também está apurando o caso. “Estamos fazendo uma apuração interna para verificar se a numeração dos lacres que estão lá batem com os que estão aqui. O trabalho está sendo feito em parceria com a Polícia Civil de Minas Gerais, relacionamos alguns lacres aqui e enviamos para apuração. Verificamos que de 17 números de lacres verificados, dez estão em placas no interior do Pará, isso prova que pelo menos essa quantidade de lacres foi clonada. Outros cinco lacres não foram identificados e dois estão em estoque”, informou o major.

Desde 2007, com o objetivo de coibir adulterações de veículos, já havia a sugestão do Detran-MG para inserir o número do lacre da placa no campo de observação do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Atualmente a inserção do número do lacre é analisada pelo grupo de estudos do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), junto ao Conselho Nacional de Trânsito. A previsão é que a informação conste no novo modelo de CRLV que deve começar a ser utilizado em 2017.
O coordenador de operações policiais do Detran-MG acredita que o número do lacre no campo de observação do CRLV promoverá mais segurança e dificultará a adulteração dos veículos.

Todos os lacres foram contados, envelopados e enviados para perícia no Instituto de Criminalística da Polícia Civil de Minas Gerais. Posteriormente, serão restituídos para o Detran de origem.

 

Agência Minas

Categories: Minas

Sobre o EN

Enxada Neles

O jargão “Enxada Neles” foi criado por Ademir Santos, apresentador da TV Alterosa/SBT – Sul e Sudoeste de Minas Gerais, idealizador do Portal Enxada Neles. Ademir começou a usar esse jargão na TV como uma forma de desabafo diante das injustiças sociais que apresenta diariamente. A “enxada” representa o valor do trabalho sério e árduo de uma pessoa na busca de suas conquistas, pelo seu esforço e honestidade.Desta forma, de um modo geral e simbólico, é um símbolo do trabalho. A frase caiu no gosto popular e virou a “marca registrada” de Ademir Santos. No Portal Enxada Neles você ficará sempre bem informado sobre as principais notícias do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, além do Brasil e do Mundo. Enxada Neles é o seu novo portal de notícias na internet!

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos necessários estão marcados*