Presidente do PT diz que partido vai travar batalha para impedir impeachment

Presidente do PT diz que partido vai travar batalha para impedir impeachment

Rui diz que não há indícios legais para o impeachment; ele afirma que não teme falta de apoio do PMDB

O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou que a sigla vai atuar junto com movimentos sociais, para evitar que a presidente Dilma sofra impeachment. Nesta semana, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, decidiu abrir processo que pode culminar no afastamento da presidente Dilma.

“A defesa da democracia e do mandato conquistado por Dilma Rousseff nas urnas é uma batalha que o Partido dos Trabalhadores travará de bom grado. Estamos dispostos a nos mobilizar e eu tenho certeza que isso é uma unanimidade do partido e dos movimentos sociais combativos”, afirmou Rui Falcão durante a abertura da reunião da Comissão Executiva Nacional do PT, nesta sexta-feira (4), em São Paulo.

O pronunciamento de Rui foi publicado em sua página no Facebook. Rui ainda destaca que “é preciso respeitar a democracia do País, “que foi conquistada duramente”. O presidente do PT também afirma que a sigla não teme a falta de apoio do PMDB, de acordo com a “Agência Brasil”.

Sobre a comissão especial criada pela Câmara dos Deputados para analisar o pedido de impeachment, Rui declara que  espera que os deputados “ajam de acordo com a lei”. Para ele, não há indícios legais para o impeachment. “Estamos seguros, tranquilos, como disse a presidenta, que o pedido de afastamento é inconsistente, sem base legal e motivado por intenções que já o maculam desde o início”, afirmou.

Categories: Brasil

Sobre o EN

Letícia Veloso

Jornalista, com experiência como redatora web, repórter de internet e TV, apresentadora e locutora.

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos necessários estão marcados*