Quando os valores se invertem.

Quando os valores se invertem.

 Kauany Sousa

Das milhões de pessoas que existem no nosso país, há  algumas privilegiadas.  Como entender porque não há igualdade entre o rico e o pobre,  os que têm poder e aqueles que apenas obedecem?  Essa pergunta é feita por muitos,  há muito tempo e poucos conseguiram decifrar.  A verdade é que o povo é dominado. Quando o pobre sai para rua e reivindica alguma coisa, já é chamado de baderna.

Como poderíamos pensar que o direito de votar,  de ser cidadão,  jamais valeria muito?  Isso mesmo, hoje em dia o poder do voto não é poder é uma escolha que o povo faz e está sujeito a mudanças.  Quem diria que um trabalhador passaria a vida inteira suando para ter ao fim da vida,  um salário mínimo para se sustentar?  Quem diria que os maiores bandidos estão soltos e a população aprisionada?  Já não se pode andar na rua, sentar e conversar nas calçadas. Quem mata vive solto e as vítimas amedrontadas.

Parece até que o mundo está de pernas pro ar, os valores que um dia aprendemos estão invertidos.  Onde está mesmo a igualdade,  a liberdade, não estão na constituição? O país vive um momento de constante mudança,  quando pensamos que o caos se estabilizou, aparece mais um e mais um.

Como entender que a prioridade de quem tem dinheiro, vale mais dos que passaram uma vida buscando apenas o básico?  É impossível compreender que um homem  pode cometer vários crimes e ser livre como qualquer outro cidadão.

Aqueles valores,  aquelas leis que os nossos avós nos contavam e ensinavam nas reuniões de família, já estão ultrapassados. Valores que se inverteram ao longo dos anos. Ainda existe no meio dessa multidão alguns que lutam,  os que tentam reverter essa situação . Enquanto não há mudanças, mantenhamos vivos os princípios que um dia nos foi passado.

Categories: Colunas

Sobre o EN

Enxada Neles

O jargão “Enxada Neles” foi criado por Ademir Santos, apresentador da TV Alterosa/SBT – Sul e Sudoeste de Minas Gerais, idealizador do Portal Enxada Neles. Ademir começou a usar esse jargão na TV como uma forma de desabafo diante das injustiças sociais que apresenta diariamente. A “enxada” representa o valor do trabalho sério e árduo de uma pessoa na busca de suas conquistas, pelo seu esforço e honestidade.Desta forma, de um modo geral e simbólico, é um símbolo do trabalho. A frase caiu no gosto popular e virou a “marca registrada” de Ademir Santos. No Portal Enxada Neles você ficará sempre bem informado sobre as principais notícias do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, além do Brasil e do Mundo. Enxada Neles é o seu novo portal de notícias na internet!

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos necessários estão marcados*